OMUNDO DO FUTEBOL

SELENACIONAL - O MUNDO DO FUTEBOL

O Estranho Enxadrista (1996)

O exótico jovem apresentou-se, numa noite enevoada de terça-feira;.

Variações do xadrez no cinema

Conheça todas as variações do jogo criadas especialmente para o cinema.

Armênia torna xadrez obrigatório

Todas as crianças com seis anos ou mais terão aulas de xadrez nas escolas.

Thinking Machine 4


O software mostra o processo de raciocínio de uma máquina durante uma partida de xadrez, permitindo a visualização detalhada da complexidade dos pensamentos que envolvem a estratégia do jogo.

Cada possível movimento, de máquina e humano, é projetado por curvas coloridas (esverdeadas para o usuário e alaranjadas para inteligência artificial) enquanto o computador ‘pensa’ na jogada. Segundo descrição dos próprios criadores, não é um programa para jogadores peritos, e sim, para quem tem interesse científico.

Conforme a partida contra a máquina progride, o aplicativo mostra o modo que o jogo irá se desdobrar. Alguns jogadores mais experientes poderão desafiar o sistema inteligente de adivinhação da máquina e vencê-la. 

Clique na imagem ao lado e confira o website.

Sistema Algébrico


Como é visto no diagrama ao lado, divide-se o tabuleiro em oito linhas horizontais numeradas de 1 a 8, a começar do lado em que estiver o jogador que conduz as peças brancas, e em 8 colunas verticais identificadas pelas letras a a h (sempre minúsculas), a começar da esquerda e indo para a direita do jogador de Brancas. Cada uma das peças é indicada pela inicial maiúscula (para não confundir com as letras indicativas de colunas) de seu próprio nome, deste modo: Cavalo, Bispo, Torre, Dama e Rei. Os peões não precisam ser indicados. Indica-se a jogada da seguinte maneira: primeiramente escreve-se a letra que representa a peça jogada, depois a coordenada da casa na qual ela foi colocada, coluna e linha, nesta ordem.

Captura "en passant"

En passant (em francês: de passagem) é um movimento especial de captura do Peão no jogo de xadrez. Na ocasião do avanço por duas casas do peão, caso houver um peão adversário na coluna adjacente na quarta fileira para as brancas, ou quinta para as pretas, este pode capturar o peão como se "de passagem", movendo-o para a casa por onde o peão capturado passou sobre. A captura en passant pode ser feita imediatamente após o peão ter sido movido por duas casas, caso contrário o jogador adversário perde o direito de fazê-lo posteriormente. Tal movimento é a única ocasião no xadrez no qual a peça que captura não é movida para a casa ocupada pela peça capturada.


Xadrez na Idade Média - O Problema de Dilaram

Dilaram era a amada de um nobre que, certa vez, cometeu a imprudência de apostá-la em uma partida de xadrez. A posição era-lhe muito desfavorável, até o ponto em que o oponente poderia dar mate em seu próximo lance. Nesse momento, Dilaram, que angustiada assistia ao jogo, interveio e gritou ao seu amado: "Sacrifique suas duas torres mas não a mim!" E ele assim o fez, e viveram felizes, etc.

No xadrez medieval, o bispo e a dama tinham movimentos diferentes dos atuais. Naquela época, o bispo saltava nas diagonais, duas casas, capturando na casa em que caía. A dama andava uma casa por vez, nas diagonais. Brancas jogam e dão mate em 5 lances.

Sugestões de Leitura: